terça-feira, 24 de maio de 2011

Machismo ou feminismo?







O Machismo está muito evidente ainda, mas as mulheres vem buscando seu espaço cada vez mais.
Espaço esse que é seu de seu direito.
Fico em pensamento, buscando saber por que é que o homem pode sair com várias mulheres diferentes e se a mulher  faz isso é logo tachada de vagabunda, mulher da vida, vadia...
Não tem mais cabimento um pensamento como esse, uma vez que cada ser é totalmente responsável por seu corpo.
Ou estou enganada?
Agora, vulgaridade é que não combina com o lado brilhante que uma mulher tem.
A começar por "ficar" com vários homens. Quando digo vários homens, quero dizer que muitas ficam com dois, três, quatro por semana, sei lá.
É quando entra a promiscuidade.
Daí entende-se que ser dona de si e fazer o que quiser, é importante que antes, seja independente, sem dever satisfações a ninguém.


Temos muitos exemplos, dos quais não preciso citar aqui.
É mais mesmo uma reflexão para ver até onde vai esse machismo.


Imagem desse post retirada daqui



28 comentários:

  1. Não sou a favor dos extremos, não podemos conviver com homens machistas, nem podemos ser mulheres altamente feministas. temos que defender nossos direitos, lutar pelos nossos objetivos, mas sempre respeitando o espaço do outro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nem machismo, nem feminismo.......sou a favor do respeito mútuo.

    beijos

    +.*_/\_ .*. * . + . * . * . * . + . * . * .* . + . * . * . +
    . * >,"< * Amigo(a)s são “.*.* . * . * . * .* . + . * . * . + . * . * .
    * , + .*... + . * . * . + . * . * . + . * . * . * * . + . * . * . + . * .
    + . * . * . + _/\_. * . * .. + . * . * . * . * .* . + . * . *
    * . * . + . * >,"< . como estrelas brilhantes do céu*
    . + . * . * . + . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . + . *
    . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . + . * .+ * . +. +. + . * . * .
    *.Cada um tem seu brilho e seu valor! * . + . * . * . + . * . * . + .
    * .* . + . * . * . + . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * .
    . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . +. * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . *
    . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . +. * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . +
    . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . +. * . * . + . * .* . + . * . * .

    . * . * . + . * .* . + . * . * . + . * . * . +
    continue com seu brilho sempre!

    ResponderExcluir
  3. Nem machismo, nem feminismo...cada um no seu espaço mas juntos no no convívio nas profissões, na politica...sempre se respeitando
    bjs
    Tina (SONHAR E REALIZAR)

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana Karla!
    O que me espanta é que a nova geração de jovens criados por nós estam coninuando com esses valores. Vejo jovens rapazes na idade de meus filhos que são totalmente machistas, tratam as moças como donos delas, se estã namorando dizem que não são solteiras, e eu pergunto, casou quando? Que é isso? Controlam celular, amigos no orkut, tudo... Fico pasma!
    Beijão e uma quarta-feira de paz!

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana Karla,

    Tanto o machismo como o feminismo são manifestações, na minha opinião, que deixam de nos ver como somos: pessoas.

    Beijos, belo post

    Carla

    ResponderExcluir
  6. Respeito!
    Direitos iguais!
    Em casa, no trabalho, na rua. Todos os dias e todas as noites.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Acho...que a questão é primeiro se dá o respeito,faça o que quiser ,mas segure a onda e se tiver filhos,pense 10x antes fazer bobagens
    xeros
    (eu insone aqui) rs

    ResponderExcluir
  8. Ola,Ana.
    Machismo e doença,amiga.As mulheres ja conquistaram seu espaço,mas ainda lutam para se equiparar aos homens,principalmente na questao salarial.Quanto a vida afetiva e sexual,e evidente que as mulheres nao ficam mais a espera do principe,e partem para a aconquista tambem.O que nao pode e cair na vulgaridade,como se estivesse numa competiçao de quem "pega" mais,ai nao vai dar certo.
    Otimo post,querida,um assunto sempre atual.Bjkas e xeros.zenaide storino.

    ResponderExcluir
  9. A gente já experimentou quase todo tipo de progresso material possível. Só falta arranjarmos um jeito de mudarmos para algum planeta depois que acabarmos de destruir esse aqui. No entanto, culturalmente ainda estamos com pensamentos do tempo das cavernas. A cultura é a última coisa que progride, portanto, é um obstáculo à felicidade humana. Somos homens e mulheres do terceiro milênio com pensamentos do primeiro ainda em muitas coisas. Abração, Ana. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  10. a sociedade é mto atrasada ainda né.
    homem sai com várias, é o gatão, garanhão, pegador, galã.
    mulher, nem preciso falar como é julgada.

    fora que, em muitos lares, a mulher só conquistou o direito de trabalhar fora. pq depois do expediente o marido vai pra sala ver tv e a mulher vai cozinhar, lavar, limpar casa e cuidar dos filhos.

    isso tem que mudar, chega.

    bom dia!

    ResponderExcluir
  11. Ana Karla esse é uma questão milenar querida. Nossos papéis são fundamentais, acima de questões pontuais.
    Bom dia e beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Karla!!

    É uma ótima reflexão!! Mas o que vemos mais é a mulher que confunde ser dona do próprio nariz, com promiscuidade...aí...pega mal!E isso não interessa se é homem ou mulher...pega mal igual...
    Beijos pra ti!!

    ResponderExcluir
  13. Nossa Aninha, realmente...
    Sou contra qualquer ismo!!!
    Acredito que temos a liberdade de estar aonde queremos estar, amo a liberdade!!!
    Mas liberdade e igualdade, é bem diferente de promiscuidade, porque ai para mim já a falta de valorizaçao do corpo( "nosso templo") e a desvalorização do sentimento!!!

    Lindo Dia!!!
    Muita LUZ!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana Karla,
    Eu acho que ser radical tanto para machismo como feminsmo não vira nada...
    Muito legal a abordagem.
    Um beijo,
    Mayra Di Manno

    ResponderExcluir
  15. Olá filhota.
    Machismo ou feminismo não importa.
    O que importa é respeito. Temos que nos impor.
    Beijo
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  16. Se cada um ocupar seu espaço, buscá-lo, com dignidade e força, conseguirá, sem a necessidade de homens e mulheres ficarem uns contra os outros. Copia-se o que é bom, a fibra, a dedicação... Os comportamentos inaceitáveis, desconsidera-se. As mulheres que se desvalorizam não estão se igualando, pois ficam, automaticamente, por baixo.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Oi Ana, obrigada pela visita. Vc colocava música pro bebê ainda na barriga? rs,eu tbm fazia isso. Mas aí quem tinha sono era eu e acabava dormindo e o bebê se remexendo na barrigona :-)

    Olha, acho os dois extremos mt perigosos, tudo em excesso faz mal, né? Mas o fato é que a sociedade é hipócrita demais. Isso pra mim ainda é o pior... pior que galinha (tanto homem qt mulher e cá pra nós, pros dois fica feio, mt feio).

    Um bj

    ResponderExcluir
  18. Um precisa do outro para se completar...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  19. E vai longe né! Que me desculpem os cuecas, mas machismo é sempre machismo e não combina com os dias atuais, porém, adoro os machos mesmo assim rsrs (que grosseria pra um primeiro comentario né! me desculpa! sou muito direta né! vou me conter mais!) Passando pra conhecer e já ficando!

    bj

    Catia

    ResponderExcluir
  20. Muitos entendem liberdade com libertinagem...
    paz e bem

    ResponderExcluir
  21. Olá Ana Karla,
    Os extremos são odiosos. Não aprecio nenhum dos dois.
    Entendo que o respeito mútuo é importante e, mais
    ainda, o respeito próprio.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feminismo ñ é extremista e sim humanismo especificamente feminino, o contrário de machismo é Misandria, já que ñ existe Femismo, que seria o mais correto.

      Excluir
  22. Boa noite, somos o que somos, mas sem deixarmos de ser MULHER, vulgaridade nao e sinonimo de emancipação e sim de desvalorização da auto estima e do fato de ser mulher...ARGH! ta parecendo frase de homem machista....credoooo! Sai pra la urucubaca...eu hein! Voltei ao normal, e considero toda forma de amor como sendo unica e bela, mas sem abusar ne? Um só e de vez em quando, mais tarde, bem mais tarde, quem sabe outro...bjin

    ResponderExcluir
  23. Nem um, nem outro.
    Acho que cada um tem que ter o seu bom senso e levar adiante o que achar melhor para sua vida, porém acatando todas as consequências, sejam quais forem.

    -Assim mesmo DANI

    -KEKEL achei lindo esse comentário. Me ensina?!!! rs

    -Isso TINA

    -Também acho assustador VALÉRIA, como é que esses jovens são tão machistas...

    -Obrigada CARLA, somos pessoas antes de qualquer coisa.

    -Totalmente MÔNICA, os direitos iguais.

    -Nem fale YASMINE, se tiver filhos pensar muito antes para não expor o ridículo.

    -Também acho ZENAIDE, que as mulheres já conquistaram seu espaço e não tem que medir na "pegação".

    -Poxa CACÁ, concordo plenamente com você. O pensamento humano, nesse ponto de vista é que faz regredir, eu diria.

    -ALÊ essa é a pior parte: mulher conquistou seu direito de trabalhar fora, ams ao chegar em casa exausta ainda tem que dar conta da casa. É cruel.

    -Verdade CARLA.

    -É VIVIAN, mas a mulher nesse aspecto sai sempre em desvantagem.

    -O sentimento fala mais alto mesmo ROBERTA, essa valorização de corpos é que faz a regressão.

    -MAYRA, obrigada por comentar.

    -Isso Dona LULÚ, se impor.

    -MARILENE, você aprofundou, a mulher que não se valoriza está sempre por baixo. Isso independe da sua classe social.

    -É NINA, a hipocrisia é a pior parte disso tudo.

    -Totalmente LISETTE.

    -Que nada CÁTIA, não tem grosseria nenhuma, também adoro-os. rs

    -Isso mesmo BEL.

    -Também penso assim VERA, nada de radicalismo, mas de respeito e espaço para a mulher.

    -kkkkkk SIMONE, sem abusos é mesmo melhor.

    XEROS

    ResponderExcluir
  24. As pessoas sempre se esquecem de um ponto essencial, a felicidade. O feminismo, tal qual é difundido por algumas mulheres irá trazer paz, união e respeito? Homens e mulheres não são iguais, não percebem o mundo da mesma forma. As divergências biológicas e mentais por si só já são aspectos contundentes para que não sejam iguais. O equilíbrio não decorre da igualdade e sim da diferença. A completude vem da oposição equivalente. A mulher que busca se igualar ao homem erra porque, em geral, apoia-se no que o homem tem de pior. Estudando um pouco de evolução, percebi que a especie descende dos promíscuos, nossos primeiros antepassados garantiram a perpetuação da espécie agindo como semeadores e, obviamente, em níveis menores ainda está contido na natureza instintiva do homem. O que quero dizer com isso? A mulher, ainda que queira não é instintivamente capaz de exercer tal condição e o homem precisa entender que, apesar das referências, evoluiu. O homem que que age dessa forma pisa em séculos de evolução e a mulher que copia, reproduz o homem das cavernas que existe não nela, mas em outro homem.

    ResponderExcluir
  25. Diego, em partes concordo contigo.
    Acho que a mulher mais copia em ter o mesmo que o homem, do que ter a própria felicidade.
    E também acho que a mulher não tem a capacidade de exercer muitas atividades feitas para apenas o homem.

    ResponderExcluir
  26. Cara se mulher quer da pra tudo mundo que de a vontade mas eu e meus amigos machistas e realistas não queremos essas mulheres como esposas dane se elas

    ResponderExcluir
  27. Nos somos machistas sim eu não queremos mulher rodada

    ResponderExcluir