terça-feira, 29 de maio de 2012

Educar X Reeducar





Educar pode parecer um processo difícil, mas vejo de outra forma. Educar é um processo em que precisa ser feito desde o momento do nascimento. O bebê ao primeiro contato com esse mundo, logo terá que se acostumar com tudo que apresentarmos pra ele, ou seja, vai se ambientar e conhecer aos poucos todo aprendizado oferecido pra ele.
Então se eu for educando desde pequenino não terei dificuldades em ensiná-lo, mas precisarei de paciência, atenção e amor.
Portanto é preciso acostumá-lo com a boa educação desde sempre, assim será fácil educar e ensiná-lo a ter boas maneiras.
Agora, o difícil mesmo é reeducar.
Depois que a criança já está cheia de vícios e manhas, aí sim fica difícil educá-lo, ensiná-lo, pois será necessário o dobro de paciência, atenção e amor.
Reeducar uma criança é difícil sim e pior ainda se for um adulto.
Não posso achar convincente que educar hoje em dia enchendo a criança de atividades, cursinhos de computação, línguas, preparatórios e muitas atividades físicas como os mais disputados esportes seja a melhor forma de educar, pois sobrecarregar o tempo de uma criança além de estafá-la pode ser uma ótima forma de desestimulá-la para o futuro.
Tudo comedido faz parte do aprendizado e crescimento de uma criança junto com a educação.
Lembrando que a educação doméstica é única e exclusiva dos pais ou responsáveis.
O papel da escola é orientar e educar pedagogicamente junto com seus conteúdos e suas matérias. 


Abraços!


Imagem retirada do Google

29 comentários:

  1. A educação ocorre numa linha de crescimento, juntinho com o da criança... Quando chega na escola, as noções básicas, fundamentos, deveriam estar nas crianças já!
    Pena,m muitos acham que a escola é que deve fazer essa parte sozinha! beijos,lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana
    Este tema hoje está confuso na forma dos pais entenderem educação e de repessar muitas das suas funções às escolas.
    Dedicação, persistência, exemplos fundam o educar.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Amiga ,educar ou reeducar é um dom, uma arte.Mas vamos tentando sempre.
    Menina o blogger me libertou agora posso postar,nem sei qual crime cometi
    mas estou de volta!!
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana,
    Texto lindo e super correto. Para os pais de hoje é muito importante. Você disse tudo! Parabéns!
    Parabéns também, pelas companhias, mais que especiais, na lateral do blog.
    Xerokas carinhosas e uma semana de muita luz.

    ResponderExcluir
  5. Oi tem sorteio no meu blog ,confira,e o blog que ajudar na divulgaça e enviar mais seguidores ganha um oleo morocanoil 100 ml ,legal nem peça o formulario para o seu blog,nao fique de fora
    http://pointdosorteio.blogspot.com.br/p/sorteio-garota-sortuda.html
    e quando tiver sorteio me manda que ajudo a divulgar .

    bjao:S
    *

    ResponderExcluir
  6. Minha Amiga.
    Seu texto é uma lição de vida muito importante .
    A educação é a base de tudo na vida.
    linda tarde beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  7. Primeiro de tudo Ana: a-do-ro receber seus xeros! Chego a ouvir seu sotaque. Re_qualquer coisa é sempre mais difícil. O que acontece hoje em dia é que delegaram a escola o que deveria ter inicío em casa. Início, meio e nunca fim né mesmo?!
    Beijuuss, amaaaada, n.a.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana Karla!
    Você está mais que certa em suas considerações. Acho que hoje no corre-corre os pais sobrecarregam os filhos e delegam a outros o educar seja ele qual seja, instrução e formação de carater, por isso que vemos cada vez mais crianças com dificuldades e sem educação.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Tudo mudou com Freud, com a modernidade. Quando éramos crianças pisávamos nas mais pontiagudas pedras de sangrar os pés. Hoje os pais vão na frente retirando tudo quanto é pedra do caminho para os filhos. Houve a necessidade também de cuidados maiores, mas houve exagero. É complexo demais e ficaríamos anos a fio achando os erros, mas foi tudo muito liberado.Interessante que não ficamos com sequelas, né? Mas, estou aqui errando tanto, não venço corrigir porque esse danado do Chico Buarque fica me encarando e eu me derreto por aqueles olhos verdes e aqueles dentões! Rsrsr! Abração!

    ResponderExcluir
  10. Será que meu comentário foi??? Tô falando que fico atordoadinha com o Buarque!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida
    Fico cansada só de ler o seu relato as pobres crianças...
    Nem têm tempo pra brincar...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana Karla
    Muito bom seu texto, concordo plenamente.
    Educar não é fácil, ainda mais reeducar, o trabalho, a paciência, o cansaço triplicam, e muitas vezes o esforço é em vão.
    Beijo e boa noite.

    ResponderExcluir
  13. Querida Amiga, hoje eu quero muito lhe agradecer a sua linda e carinhosa presença no meu cantinho! Meu carinho sempre.
    Tem um selinho lá no meu cantinho, feito com muito carinho! Se gostar leve com você!
    Abraço amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  14. Olá Ana Karla,

    Concordo com você. Muitos pais transferem para a escola a
    arte de educar, fugindo à sua responsabilidade. De fato,
    à escola cabe apenas a educação pedagógica.
    Se educar já é tarefa árdua, que exige comprometimento e muito amor, imagine reeducar, buscar mudar hábitos negativos, já incorporados às crianças. Bem mais difícil, embora não impossível.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. O tema é muito bom para uma roda de reflexões minha amiga.As crianças são as que mais sofrem com a mudança de comportamento de toda sociedade e familia por extensão.Hoje o que vemos são crianças entregues às escolas especializadas onde os pais deixam pela manhã e buscam no fim do dia.Crê que assim elas tem o dia ocupado entre aulas normais e as de arte em geral,e na realidade muitas vezes é por falta de opção,os pais trabalham e não tempo nem de ajudar no dever.Creio que possivelmente estas crianças se sobrecarregam e não sabemos a influencia lá na frente.Não entro no merito de atividades nas escolas é claro.Educar é um processo continuo e se queima alguma estapa a reedcação torna-se ardua mesmo e talvez mais dificil.Otima abordagem Ana.Minha admiração com meu abraço de paz e luz na familia.Bjo.

    ResponderExcluir
  16. Karlinha
    Acho uma das mais difíceis coisas do mundo: educar!E a reedução deve ser a pena triplicada rsrs

    bjokas e boa quarta!
    Sheyla.

    ResponderExcluir
  17. Perfeito, Karlinha, o papel da família é dar a educação de berço, repassar isto é muito importante para a formação de nossas crianças.
    Muitos pais acham que a escola tem esta obrigação também, por isso enviam para lá crianças monstrinhos, culpa totalmente desses pais desvairados.
    um grande abraço, carioca

    ResponderExcluir
  18. Oi, obrigado por sua visita! Espero que tenhas gostado como gostei e já sigo o seu. Dê-me a lisonja e apareça sempre. Gostei demais dessa aquarela, além de artística - muito bem pintada, é expressiva tocante e combina exaltando o tema, mas enfim, por isso somando ao que li, aceite meus parabéns!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  19. Querida amiga

    E assim,
    neste eterno continuar,
    as escolas
    encontram seu sentido,
    e seu caminho...

    Que os sonhos te acompanhem sempre.

    ResponderExcluir
  20. Oi flor, adorei o post...todos os pais deveriam ler, sobretudo os que acham que escola é para educar. Educação vem de casa, escola é para ensinar.
    Eu acho que fui abençoada, pois educar o meus filhos foi uma missão tão fácil para mim, foi e é tudo tão natural que as vezes me pergunto porque tantas pessoas tem dificuldades em educar.
    Parabéns pelo post amiga.
    E a Lulu como está?

    bjus

    Vânia Pinho

    ResponderExcluir
  21. Oi, Ana Karla!

    Concordo plenamente. Sempre achei esquisito essa história de encher a vida da criança de compromissos, pois, criança, ao meu ver, só tem duas responsabilidades: fazer o curso normal e brincar, pois isto lhe é saudável.

    Beijos, amiga
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  22. A saudade,
    é um sentimento que
    com o tempo traz tristeza,
    que com a alma traz esperança,
    e que se apoia na amizade.
    *Verônica Januário Luz*.
    Eu me apoio na sua amizade para
    continuar seguindo minha história .
    Sua visita e seu carinho me ajuda
    a transpor barreiras nesse momemto .
    Deus sempre é mais forte que a angústia.
    E ele esta sempre presente na minha vida
    continuarei levando minhas visitas
    da forma que me for possivel
    de estar sempre presente .
    Não devo e nem posso me isolar das
    minhas amizades por ñ estar conseguindo teclar.
    Pode haver muitos Amigos em nossas vidas, mais amizades verdadeiras
    para mim é para sempre.
    Por isso falar sobre problemas , meus sentimentos,
    não da soluções para todos os problemas da minha vida, dúvidas ou medos,
    mas me ajuda a viver mais feliz.
    Agradeço de todo coração pela sua amizade
    e seu carinho.
    Estou triste por não ser compriendida
    por levar cola nas minhas visitas.
    Na próxima semana vou fazer uma postagem.
    Não tenho duvidas ,que a pessoa que me aborrece tanto
    vai sentir vergonha de si mesmo.
    Foi esse o motivo do meu afastamento por uma semana
    receber mais insultos .
    A falta de instrução e educação infelizmente
    não tem limites.
    Não fique triste comigo por desabafar
    ao fazer isso é porque tenho certeza da sua amizade e carinho por mim.
    Desesejo um abençoado Final de Semana
    paz e luz.
    Beijos com saudades.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  23. Oi Ana Karla,

    concordo com você. Tenho um filho de 7 anos e faço questão que ele, por hora, estude e brinque, brinque muito...
    Vejo crianças com a agenda tão intensa quanto a de um adulto, aula de judô, de natação, de inglês,de reforço e por aí vai. Não concordo, mesmo porque quero que meu filho aproveite muito essa fase dele.
    Já trabalhei com crianças e com adolescente, pior que ter que reeducar uma criança e ter que reeducar um adolescente. É sofrido e sempre sobra para os professores...

    beijos e bom fim de semana

    Leila

    ResponderExcluir
  24. Isso aí, Ana Karla!! Quem ama, educa!! Um "não" é muito difícil de ser dado por um pai e em muitas vezes significa "Eu te amo". Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  25. Eu diria que a educação já começa no ventre!!!Ótimo texto.Bjsss

    ResponderExcluir
  26. Realmente, o difícil não é educar, mas sim reeducar. Boa semana!

    ResponderExcluir
  27. Oi Ana!
    Realmente quando se começa de maneira certa fica bem mais fácil. Tentar "consertar" é osso duro. Rs
    Quanto a cirurgia tira todas suas dúvidas, se informa o máximo possível. Isso dá mais segurança inclusive para o filho.
    Antes de sair de casa eu conversei com o Lucas, contando o passo-a-passo do que iria acontecer.
    Com isso ele foi mais seguro para cirurgia.
    Vai dar tudo certo para o seu filho também!
    Me avisa quando tiver próximo.
    Vou orar por vocês :)
    Beijão!

    ResponderExcluir