terça-feira, 30 de outubro de 2012

Despedidas de animais

Todo ser que sente e se comunica é para mim fonte de vida.
Os animais vivem por que representam algo de importante para o planeta. 
Penso em elefantes, leões, zebras, jacarés, tigres, águias, entre tantos outros.
Mas quando falo em comunicação, inteligência, me vem logo os gatos e cães, que muitas vezes nos dão grandes lições de humanismo.
Não é a toa que dizem que os cães são os melhores amigos do homem. E assim sendo por que não tratarmos bem? Começando pela higiene, alimentação e principalmente atenção, carinho, respeito.
Sim, isso mesmo.
Eles também sentem alegria, tristeza, dor, frio, calor, sede. Eles tem alma.
E se você é daqueles que não gosta de animais, pelo menos não maltrate essas criaturas que só querem chamar a nossa atenção.
Tudo bem, sei que existem aqueles que são agressivos, brabos, violentos, mas na maioria se temos um cãozinho em casa é por que queremos compartilhar com ele nosso cotidiano, nossa vida.
Aquele que sempre vai te ouvir na alegria e na tristeza e nunca vai te deixar na mão.
Os cachorros aprendem muito com seus donos e muitos até vivem como eles.
Não vamos exagerar, mas uma vez que adquiro um cachorro, tenho no mínimo, a obrigação de bons tratos para com ele.
Banho, tosa, vacinas, alimentação e outras coisas mais que não sei.


Esse é Dino, um cachorrinho lindo nessa época, querendo morder minha sandália, mas hoje em dia, já crescido, tornou-se agressivo por uma série de fatos, que não vem ao caso agora.



Está sofrendo, mas espero que a solução para ele seja a melhor possível.
Apesar desse cachorrinho não ser meu, eu sofro demais e como hoje me parece que é a despedida dele, eu não consigo parar de chorar.
Vão levá-lo e não quero nem tomar conhecimento, pois não estou me aguentando.
Vai na paz Dino! 

30 comentários:

  1. É mesmo triste a despedida!!Que ele vá em paz! Fica bem! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. É um momento bem triste. Nossos amiguinhos que muitos não sabem a preciosidade que estes animais são.
    Como tudo na Natureza Deus vela por ele.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste sim Élys, mas espero que ele vá para um bom lugar.

      Excluir
  3. Ana Karla, putz! É mesmo difícil essa situação. A gente não pode fazer nada. Nenhuma ajudinha. Só se espera que seja melhor para o Dino.
    Muito lindos os seus sentimentos, Ana Karla.
    Xeros
    Manoel

    ResponderExcluir
  4. Poxa Ana, vão levar o bichinho? Pra onde será?!
    Aquele programa "O Encantador de Cães" é uma pena que seja americano, senão poderíamos chamar o treinador para dar um jeito neste cãozinho que se transformou, pois eu acho que sempre há uma solução.
    Eu amo cães e gatos, são seres que sempre fizeram parte de minha vida e, espero, até morrer.
    bjs cariocas


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beth querida, nem sei dizer pra onde exatamente vão levá-lo, mas espero que seja pra um bom lugar.
      Também gosto muito de cães amiga.

      Excluir
  5. Á cerca de 3 meses aconteceu-me o mesmo com um dos meus gatos.Sofri ,bastante pois fazia parte da família á 16 anos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um bom tempo Manuel.
      Mas sabemos que esses bichinhos vivem mais ou menos esse tempo. Temos que nos conformar.

      Excluir
  6. Afff Aninha...nem gosto de pensar! Tenho por aqui um "neto" poodle de nome Max. Resisti o quanto pude a não ter mais cães, pois na adolescência tive um que morreu atropelado e fiquei péssima. Quando chegou aquela bolinha branca e os olhos de minha filha eram mais pedintes que qq coisa...fui vencida. Agora que ela está fora adivinha pra quem "sobrou" todos os cuidados? De fato, desde sempre, acho que ele me escolheu de mãe e é assim, há 06 anos que me faz cia, passar umas tantas raivas rsrsrs e me ocupar. Se esse cão precisou ser sacrificado que vá em paz...e que D'us acalente seus donos e a você tb, pq dói!!!
    Beijuuss solidários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Regina, obrigada.
      E esses filhos, sobrinhos e netos animaizinhos é bom demais. Vamos curtindo.
      Obrigada pelo carinho.

      Excluir

  7. Olá filhota
    Eu não sou de animais, você sabe.
    Mas essa do dino cheguei as lágrimas, mas acho que é mais por sua causa. Tomara que o que for acontecer com ele seja melhor do que está.
    Beijos
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero Mamy, também espero.
      Ele é tão fofinhoooooooo

      Excluir
  8. Uix, essa parte eu queria pular... já tive alguns quando morava na casa dos meu pais, depois fui morar em apartamento e daí não ia dar... por equanto tbm nao penso em ter justamente pelo o que vc disse, tem que cuidar!! é triste quando esses amiguinhos fieis se vão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Claudia, em apartamento acho meio complicado, mas se meu marido deixasse eu já teria um aqui há muito tempo. Por enquanto curtindo os cachorrinhos dos parentes. Pior e que me apego.

      Excluir
  9. estou passando pela mesma situação minha Frida late muuuito e mordeu uma visita que veio ao predio em q moro, sabado ela partirá e não sei como ficarei, minha companheira, ja to sofrendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Beth, que situação, viu?!!!
      Desejo tranquilidade pra você e que Frida fique bem.

      Excluir
  10. Ana..
    Há meses sofro com a separação da minha fofa Alanis.Infelizmente estamos em casa separadas..Não posso ver um cachorro que meus olhos se enchem de lágrimas e aumenta a saudade.Sei que ela está bem cuidada pelo meu ex marido.É o que me conforma..
    Força!estamos aqui!XerOo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Laurinha, que chata essa situação, mas pelo menos você tem certeza que Alanis está bem.
      Xeros

      Excluir
  11. Deu para sentir sua tristeza Ana, espero que ele esteja indo para um bom lugar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga despedidas sempre machucam...ele vai ficar bem e tu também grande beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  13. Sempre tive cachorro e sei o que está sentindo! A nossa maior perda foi um pastor depois de 17 anos de companhia. A tristeza passa a lembrança fica.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  14. Olá, querida Karla
    Sei bem da dor que se sente quando se perde um animal... seja da qual forma for... ainda não me esqueci da minha e isso já tem 9 anos...
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir
  15. Passei para deixar um oi e desejar uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  16. Aqui arranjamos uma cadelinha. Nando não gosta muito de cachorros, mas depois que ela chegou até no colo ele pega, fico morrendo de medo dela fugir ou alguém pegar, pois o apego é inevitável, as crianças acordam chamando por ela. bjus

    ResponderExcluir
  17. Ana Karla, entendo a sua dor! Eu queria outro cãozinho em casa, mas daí fico lembrando de quando o Max partiu e fica difícil ter outro cãozinho, já pensando no dia que ele partir também. Felizmente ou infelizmente, a gente se apega. Seu cãozinho agora está em paz. Fica em paz também!! Beijus,

    ResponderExcluir
  18. OI Ana Karla!
    Ah, é muito triste mesmo!
    Tive um que passou conosco 11 anos e quando morreu foi um sofrimento para todos nós. Agora tenho um que já está com 7 anos e é um grude só comigo, imagino a dor da despedida!!
    Que ele vá para um lugar bom e vocês fiquem mais tranquilos e conformados com a perda.
    Beijinhos e muita paz!

    ResponderExcluir
  19. Olá, eu adorei o seu blog, perfeito, mas vim te fazer uma proposta, da uma passada no meu blog e se gostar pode segui-lo que logo farei o mesmo beijos flor.

    ResponderExcluir
  20. Ô, minha querida, tenho andado tão ausente dos blogs, que não sabia desse acontecido. Nem sei se devia tocar nesse assunto, mas sei como se sente e queria expressar minha tristeza.
    Um grande beijo no coração!

    ResponderExcluir