quarta-feira, 23 de março de 2011

Visão cultural







Se realmente somos livres, vivemos numa democracia, então por que há, tanta discriminação?


Há por todos os lados.


Discriminação contra a mulher,racial, de classe social, corporal
Discriminação pra tanta coisa que passaria um dia inteiro aqui fazendo uma lista.


Ninguém está livre dessa discriminação, pois ela vem sendo plantada pelos nossos criadores e pelas próprias pessoas que se sentem discriminadas.
E assim, eu também penso que exista discriminação em relação a mim.


Alguns exemplos são gritantes, como a classe social.
Se você não tem uma condição favorável, logo aparece alguém para te discriminar, dizer direta ou indiretamente que ali não é seu espaço. 
Mostra-se muito o lado do "possuir". "Eu tenho e você não tem".
Mas isso é uma discussão quase infinita.


Pensando culturalmente, podemos analisar que se eu tenho condições de ir ao cinema, teatro, shows, etc, logo eu tenho veículos importantes para o meu crescimento cultural.
Mas se não tenho, nem dinheiro para apanhar um ônibus e chegar ao destino cultural, e ainda pagar a entrada, então fica difícil de educar-me nesse sentido.
E aí me pergunto: Como posso fazer para que todos tenham esse mesmo direito?
Não seria inteligente de alguma forma, proporcionar aos menos favorecidos uma forma de obter esse acesso?
Lógico!
Sendo assim, todos terão a mesma oportunidade de conhecer o que é bom de verdade e não ficar refém de "bandinhas" que nada tem a acrescentar.
É isso, todos  precisam ter a mesma oportunidade cultural.


Esse assunto não acaba aqui.
Imagem desse post retirada do Google



27 comentários:

  1. Já dizem os sábios:" dinheiro ,a mola do mundo" e eu na minha humilde visão e experiência ,não acredito que a discriminação acabe jamais.Sempre haverá a diferença , a indole de cada é um determinante fator.Você deve ter ouvido muito ,nas turmas de escola, nas festinhas: Ele (a) é filho(a) de quem????
    como é o sobrenome da familia? como se isto fosse decidir o carater.Dinheiro Ana,é o danado do dinheiro.Tim Maia é dos meus e sofro um BOCADO POR ISTO: " NÃO QUERO DINHEIRO ,EU SÓ QUERO AMAR"!!!
    beijo amiga

    ResponderExcluir
  2. Grande verdade!Todos precisamos!!!beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  3. Olá Aninha, concordo com palavra digitada!!!
    Sofremos discriminação de todas as formas...mas isso já foi pior!

    Para aquelas pessoa, como nós, que podem fazer alguma coisa pelo próximo, é encorajar atitudes filantrópicas!

    Beijinhos minha querida!!!
    Muita Luz!!!

    ResponderExcluir
  4. Ana Karla, Estevão recebeu seu carinho, viu?
    Beijos agradecidos!
    Quanto à discriminação, não vai passar nunca, mesmo! Infelizmente.
    Mas acho também que quem se sentir discriminado tem que ir à luta, bradar por sua indignação. Já é um passo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente vivemos e sofremos esses preconceitos, e a solução fica longe de nossas mãos. É aquela velha história poucos tem muito e muitos tem pouco. Pra ter um bom emprego em termos de remuneração, tem que ter bom estudo, mas se não tem dinheiro para pagar um bom curso, e daí??? ...e por aí vai... Mas temos que fazer a nossa parte , mesmo que seja uma gotinha no oceano. 1 abraço.

    ResponderExcluir
  6. Certa vez o filho de uma amiga falou:"Vc já parou para pensar que a única distração deste povo pode ser o Zorra Total? É barato e está ao alcance deles." O rapaz falou isso ao ouvir a mãe criticar a falta de espectadores a uma peça teatral em que foi.
    Um governo que pensar museu, por exemplo, como ponto turístico e não como aula de história a seu povo, o que pode se fazer? Aqui em Floripa os museus cobram a entrada visando apenas o lucro do turismo. Uma pena!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ana querida, concordo e assino embaixo.

    Infelizmente a cultura no Brasil não favorece a todos, justamente pela bendita classe social que vc citou. Há muito preconceito em relação a tantas coisas... uma pena!
    Gostei do texto e do desabafo.

    Adorei que tenha vindo me ver.
    besitos
    chapéu

    ResponderExcluir
  8. Olá Ana Karla
    Como ser culto, participar de espetáculos de arte, com estes salários que são pagos neste país?
    Não basta querer, ter vontade de melhorar seu nível cultural, o vil metal fala mais alto.
    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Ana Karla, que saudades...
    Muito interessante esse texto. Odeio pessoas que discriminam as outras.
    Gostei de ver você lá no bloguito, estou voltando aos poucos, passei só para dar um alô.
    Bjos: tia Ném.

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente nosso povo não valoriza a cultura.
    Justamente aqui, considerado um país multicultural.
    Ah... seria maravilhoso se as pessoas criassem oportunidades pra levar cultura nos lugares mais simples e carentes de recursos, né.
    Eh Aninha, é verdade.
    Hoje a gente tocou a mesma tecla né.
    rsrs
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. Discrimanção e preconceito e falta atenção para tudo isso...Uns com tantos outro sem nada.Pior do que isso não sei mais definir se é uma ou outra.Na realidade uma puxa a outra.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana Karla!
    Seja bem vinda a meu blog!
    Estou sempre por aqui sempre que posso mesmo caladinha.
    A discriminação tá em todo lugar nos famosos olhares de cima a baixo,quem não já passou por sso?!

    ResponderExcluir
  13. -Demais YASMINE, em festinhas mesmo de escola. As pessoas sempre perguntavam se eu era filha de Jadir Tenório. Aff!

    -Precisamos CHICA, estar atentos para não cometermos injustiças e ninguém a nós.

    -Excelente idéia RO, vamos incentivar.

    -LÚCIA que gracinha o Estevão... que bom que ele recebeu a mensagem. rs

    -ESPLENDOR, é por aí mesmo, muitos tem demais, outros não tem nenhum. Como vamos igualar a sociedade cultural, né?

    -KEKEL, você tocou em um ponto certo, só quem tem acesso a esses espetáculos, assim como shows que promovam a verdadeira cultura, são a minoria de poder aquisitivo alto. Muitos que podem ir, não dão valor.

    -Valeu MARI.

    -Eu que te agradeço CHAPÉU.

    -É CÉLIA, uma injustiça. Garanto que todos nós já falamos que essa falta de cultura tem invadido, principalmente os jovens, mas por que? Por que a grande maioria não podem, não tem acesso. Falta verba para isso.

    -NÉM, saudades de você!

    -Já imaginou LILIANE, um país igual culturalmente para todos? Um sonho? Quem sabe.

    -É isso BEL, uma vai puxando a outra.

    -Muitos já passaram por isso, né VALÉRIA


    XEROS

    ResponderExcluir
  14. Bom dia,Ana Karla!!

    Amei seu texto!!Tenho pensado tanto nisto!!
    Precisamos de CULTURA!! Só um povo culto saberá fazer suas escolhas com firmeza e dignidade!!
    E como sonhar se não se conhece nada???
    Tenho visto crianças que não sonham!!!É apavorante!! A realidade delas é tão crua e destituída de qualquer cultura!!E pensam que é normal!
    Mas é como terminou o texto este assunto não termina aqui...
    Tem tantas coisas...

    Beijos querida!!Foi uma honra e um prazer participar do post de aniversário do blog!!

    ResponderExcluir
  15. muito bem pensado, Karlinha. realmente... muitos parecem que ficarão sempre presos ao pior, à ignorância, pq nem lhes é ofertada uma chance de mudar seu destino. Qdo não se tem o que comer direito, como pensar em cultura?

    q triste realidade...
    bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá filhota
    Concordo com todos os comentários já feito. Já disseram tudo.
    Temos mesmo que batalhar principalmente entre nossos netos sobrinhos primos amigos.
    Beijos,
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  17. É creio que esta questão estará sempre em discussão, mas não creio que exista uma solução imediata...se procurarmos uma forma de fazer com que os menos favorecidos (como eu) possam participar regularmente de shows, teatros, cinemas...seria muito bom, mas...realmente é um problema dificil de se resolver,( sem se cair na discriminação) mas não impossível. Espero aí que as autoridades estudem uma boa forma para que todos tenham acesso a cultura no nosso país.
    bjs
    Tina (SONHAR E REALIZAR)

    ResponderExcluir
  18. Oi Ana Karla,

    A oportunidade e o acesso deveriam ser extensivos a todos, mesmo porque, a cultura e a educação é que possibilitam uma chance real de um futuro melhor. Abrem as mentes, abrem as portas, retiram da escuridão e propiciam novas e diferentes possibilidades.

    Beijos, ótimo texto

    Carla

    ResponderExcluir
  19. Que maravilha seria! Igualdade de oportunidades para todos, mas como estamos distantes disto, não é mesmo?
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Sabe Karla, eu penso muito nisso. Principalmente nas cobranças dos mais "cultos" com frases do tipo quem não lê, não viaja, não faz um monte de coisas, não vive.
    Então eu vivo muito pouco, apesar de ser tão feliz.
    Sempre tive acesso à Cultura, mas uma Cultura de interior e não tenho chance de ver uma boa peça de teatro, shows, frequentar lançamentos de livros e muito mais.
    Então eu sou burra? Não posso conviver com o pessoal das capitais.
    Fazer o quê?

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  21. Você falou uma grande verdade... mas num país onde a educação não é prioridade, que dirá a cultura não é mesmo? Lamentável!

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Com certeza.Todos precisam ter a mesma oportunidade cultural. Sempre me pergunto porque temos que passar por tanto preconceito.
    Muito bom seu texto. Assunto polêmico e reflexivo.

    Bjos Luzia Lira

    ResponderExcluir
  23. Oi Karlota! como está tudo por aqui, Misturado?

    Amiga concordo com vc...precisamos abrir mentes...e temos que ajir rápido. Mesma oportunidade para todos.

    Agora quero lhe convidar para comentar no meu post de hoje, para ajudar uma leitora ok?


    Tiesperoooo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Tá corretíssima, Karla. E acho também que a gente tem que falar, falar, falar, nunca esgotar esse tema enquanto persistirem as discriminações e preconceitos. É a nossa forma de contribuir para humanizar mais e mais a sociedade. Parabéns e o meu abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  25. Oi! Sou a Formiguinha.:)

    Obrigada pela visita e comentário na minha Casinha, gostei muito.
    Sinta-se à vontade para voltar.:)

    Concordo com tudo o que disse, só que infelizmente nos dias de hoje ainda existe muita discriminação.

    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderExcluir
  26. VIVIAN,eu que agradeço a sua participação no aniversário.

    -ALE, essa realidade que quero muito mudar, mas como? Quem vai proporcionar a cultura a todos se os próprios artistas cobram preços caríssimos por se apresentarem? Entre outras...

    -Então LULU, vamos batalhar. Manda logo uma verba gorda pra eu levar teus netos a tudo isso, semanalmente. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    -TINA, eu também não posso estar em todos os lugares que gostaria, mas vou buscando ao máximo. Quero mesmo é que todos tenham acesso a uma boa cultura, sem que nós esclarecidos, não fiquemos falando que muitos não tem cultura. Que sejam sem cultura por opção e não por não poder.

    -CARLINHA, abre-se qualquer porta.

    -É NORMA, distantes, mas quem sabe um dia alcançamos...

    -Burra de jeito nenhum NILCE. Inteligente por saber aproveitar o que tem. O que falo é mais direcionado aos jovens, que estão começando agora. Eles se limitam por uma TV, com programas que não acrescentam absolutamente nada, pelo contrário, piora a formação, sem falar nos shows dessas músicas sem letras. Falo também dos jovens que tem toda condição financeira e não tem interesse nenhum em absorver um programa verdadeiramente cultural. E vejo muitos jovens, que até querem, mas não tem como chegar lá.

    -É mesmo FLA, primeiro a educação.

    -Obrigada LUZIA, seja bem vinda.

    -kkkkkk
    Tudo misturado JOANA. Vou lá ler seu post com maior prazer.

    -Então vamos falando CACÁ. Obrigada.

    -FORMIGUINHA, eu que agradeço a sua retribuíção.

    XEROS

    ResponderExcluir