sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A escola do seu filho é segura?





Foi destaque ontem no noticiário local, a saída de duas crianças, uma de cinco anos e a outra de seis anos, do colégio particular de Recife, sem que ninguém percebesse.
A mãe da menina, ao chegar no colégio para buscar a filha, não a encontrou.
Na entrevista a mãe conta que se sentiu impotente, sem saber para onde ligar ou onde ir.
“Foi uma situação de perda. Quando eu cheguei e encontrei apenas a bolsa da minha filha fiquei sem chão, eu não sabia para onde eu ir e nem para quem eu ligar.” 


O Colégio Damas é um dos melhores de Recife.
Conhecido pelo ensino e pela competência.


Mas eu pergunto: Os nossos filhos estão mesmo em segurança no colégio?
Eu fiquei pensando no colégio dos meus, na segurança.


Eu jamais quero passar por uma situação dessas. Chegar no colégio e não encontrar meus filhos, nem ninguém saber deles.


Me solidarizo com esses pais que estão revoltados.Não aconteceu nada com as crianças, mas elas poderiam ter sido atropeladas, sequestradas, sei lá.


Reportagem você ler aqui
Entrevista com a mãe da menina
Entrevista com o pai


Imagem retirada do Google

25 comentários:

  1. Fiquei impressionada quando vi isso ontem. E preocupada, pois pode acontecer, bastam descuidos... beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Puxa... isso é um absurdo mesmo Ana !
    Como trabalhei 10 anos em uma escola de freiras tb particular, smpre tive a maior preocupação com isso quando escolhi a escola da Helena !
    Não se pode descuidar de detalhes como eseses né ?
    Beijos amiga e ótima sexta !

    Mari
    www.blogdamarinatorres.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que absurdo.
    Agora virou moda insegurança nas escolas
    Como vamos confiar totalmente e deixar nossos filhos!
    bjs e ótimo final de semana
    Vivi
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Vi pela Tv ontem .É desesperador.
    Minha linda um fim de semana lindo pra vc e sua turma!
    beijão

    ResponderExcluir
  5. Meu pai costuma dizer que pra crianças e pro mar não se dá as costas. Crianças conseguem cegar a gente e aprontar uma arte bem grande em apenas 2 segundos de distração. Mas ultimamente não temos mais segurança em lugar algum. Aqui no RS, e Porto Alegre, ontem houve um caso de suspeita de envenenamento da merenda em uma escola. Veneno de rato!
    Pânico! É assim que me sinto às vezes diante de tais notícias.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana Karla!

    É assustador! Se pensávamos que na escola elas poderiam estar seguras, ficamos sem chão.É muita irresponsabilidade de uma escola deixar acontecer isso.É de enlouquecer, com todos os casos de violência que vemos, noooossa... Ninguém queira passar por isso!

    Beijão e um fds de paz!

    ResponderExcluir
  7. Acontecendo uma coisa dessa no Colégio das Damas!
    Temos sempre que verificar o quanto nossas crianças estão seguras!
    bjs e bom fim de semana.
    Jussara

    ResponderExcluir
  8. A culpa não é inteiramente da escola, haja visto que na reportagem foi dito que "as crianças driblaram a segurança". As famílias têm sua parcela de culpa quando não instruem suas crianças a não saírem da escola em hipótese alguma, se não forem acompanhadas dos pais ou de pessoas autorizadas para isso. Me lembro que quando estudava, me sentia segura dentro da escola e sabia que bastava distrair o porteiro que estaria na rua.
    Com meus filhos não foi diferente! Sempre coloquei um medinho neles por conta deles acharem "lindo", enganar a segurança e saírem dos domínios escolares. Eles mesmo contam que os amigos pulam o muro da escola para matar aula e voltam numa boa, mesmo a administração alertada. Pais são chamados nas escolas e os filhos não aprendem. Por que os pais perderam a autoridade, simples assim.
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  9. Post muito pertinente!!!
    Passando para lhe desejar um ótimo fim de semana na Paz de Deus!!!
    Beijos amiga...

    Rita Barroso

    http://blogdachickitabakana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Complicado!!!
    Nem podemos chamar as crianças de irresponsáveis porque são muito pequenas. Agora eu fico pensando aqui: como assim ninguém viu???? Como foi possível a saída delas sem NINGUEM ter visto nada??????
    É uma situação muito estranha.
    Sempre criticamos as escolas públicas, mas neste caso estamos diante de uma escola particular e tradicional.
    O que está acontecendo????

    Muito triste isso.
    Vocês pais ficam cada vez mais acuados.

    ResponderExcluir
  11. A escola deveria ser o lugar mais seguro de todos para nossos filhos, mas relamente o que temos visto por ai nos mostra o contrário. É um absurdo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Ana Karla
    isto aconteceu com o meu filho Jorge.
    ele não se adaptava da escola e um dia fugiu de lá, e detalhe, era uma cidade enorme, super perigosa.
    Por sorte eu estava na rua e de longe, o reconheci correndo e chorando....
    complicado demais, tem que ficar de olho.
    beijos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. É para ficar sem chão mesmo Ana, eu fique horrorizada, conheço tudo por ali, trabalhei por 10 anos no inicio da rua Dr. Malaquias, o tráfego é intenso, e elas sairem sem serem vistas é incrível.
    É um susto muito grande para todos os envolvidos.
    Fim de semana iluminado
    Xerokas
    Go

    ResponderExcluir
  14. Cruz credo, isso deve ser uma situação bizarra, desesperadora mesmo!
    um beijo grande carioca

    ResponderExcluir
  15. Oi,Ana!Na verdade essa notícia teve repercursão nacional eu vi ontem na globo no jornal hoje, complicado isso viu,nem na escola as crianças estão seguras...
    Bom fim de semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  16. Ana, quanta insegurança nas escolas, nem mesmo as particulares oferecem condições para que os pais fiquem sossegados. O melhor é conscientizar os filhos e alertá-los para os perigos.

    Beijos,bom final de semana!

    ResponderExcluir
  17. Olá, querida
    Conheço a idoneidade do Colégio Damas... pena o ocorrido mas haverá segurança sem ser a Divina aqui na Terra???
    Obrigada pela oração dispensada á filha mas vamos ter que interceder por mais uma semana até obtermos a graça...
    Bjs de paz e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  18. Olá Aninha!!!
    Assunto muito bem abordado. Vi esta reportagem é de arrepiar!!!

    Tenha um Abençoado Fim de Semana!!!
    Muita Luz!!!

    ResponderExcluir
  19. Bom dia,Ana Karla!!

    è de ficar preocupada e indignada!!
    Mas não é só aí não...
    Percebi isso quando coloquei meu filho na escola...cinco anos atrás! Quando notei que não havia um controle, comecei a ir até no recreio!!
    Vi cada coisa...nós mãe ficamos me casa achando que estando na escola estão seguros!!!Doce engano!!Vi professora que não percebeu que o aluno saiu da sala e não voltou!!Um que saiu da escola na hora do recreio e ninguém viu, foi num armazém comprar um salgadinho!!!Ele voltou, entrou e se eu não tivesse ido reclamar na diretoria ninguém ,ficaria sabendo!!
    Sem contar no bullyng no recreio...e se eu nunca fosse no recreio??Nunca saberia a verdadeira situação...porque se você pergunta, a resposta é pronta e sempre muito positiva!!!
    é muito sério...
    Beijos pra ti!!

    ResponderExcluir
  20. Que estoria medonha...nem consigo imaginar a angustia da mae.....

    ResponderExcluir
  21. Deve ser uma situação desesperadora. As escolas não poderiam deixar que as crianças saíssem sem seus responsáveis. Mas, responsáveis, mesmo, identificados e autorizados.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Oi Ana, quando assisti a reportagem, fiquei com "cara de Veado que viu caxinguelê", principalmente pela estrutura da escola que a Tv apresentou.Mas segurança nao existe, a não ser na nossa fé de que Deus nos proteja sempre.Bom venho do Pensandoemfamilia e lá li suas emoções e venho aqui parabeniza-la pela participação.
    Um bom domingo com alegria.
    Um abraço terno de paz.

    ResponderExcluir
  23. o lado mais triste disso é a criançada...que já cresce com medo né. poxa, isso TEM que acabar.que aflição, Karla... deixar o filho na escola e não saber se pega de volta...
    Que Deus sempre proteja suas crianças!

    boa semana!

    ResponderExcluir
  24. -É CHICA, todo cuidado é pouco.

    -de jeito nenhum MARINA, sempre em alerta.

    -VIVIANE, estamos sujeitos a essas coisas, pois não existe a escola perfeita, né?

    -Totalmente YASMINE!

    -TUKA, envenenamento é demais!!!

    -VALÉRIA, a grande responsabilidade é da escola mesmo.

    -JUSSARA, como conhecemos a competência do colégio, fiamos com uma interrogação. Como pôde acontecer isso?

    -LUMA, você tem razão. As crianças precisam ser bem orientadas em casa, principalmente, para entenderem que é dentro da escola onde se tem a segurança.

    -Obrigada RITA!

    -FLÁVIA, é essa interrogação que nos deixa a pensar.

    -DANI, essa escola é segura, mas não consegui entender ainda o que aconteceu. O que continuou achando um grande absurdo.

    -LILIANE, imagino o grnade susto que você tomou. Pasmei!

    -GO, também morei anos na Rua do Futuro e a região está muito movimentada. Poderia acontecer coisas horríveis. Ainda bem que nada aconteceu.

    -Demais BETH. Os pais estão revoltados.

    -FLOR, é difícil, mas...

    -NÉIA, as escolas do estado e municipal, se brincar é mais segura.

    -É ROSÉLIA, só Deus é total!

    -RO, também tive a mesma sensação.

    -VIVIAN, também sempre participei diariamente do cotidiano na escola, mas algumas vezes me barravam. Não sei o motivo, mas muitas vezes ficava constrangida. Somente hoje em dia que relaxo, pois os meus meninos já me relatam tudo.

    -ROSE, nem imagine mesmo, pois a situação é delicadíssima.

    -MARILENE, a escola falhou e agora tem que arcar com as consequências.

    -TONINHO, que alegria receber você aqui no Misturação, ainda mais com trecho do Raul, que adoro. Obrigada pelo carinho.
    Seja bem vindo.

    -Pois é ALE, as crianças já são altamente recomendadas e vivem um estresse por causa disso. Eu sempre que vou entrar ou descer do carro com as crianças sempre falo: desce rapidinho, não vamos dar bobeira.
    Que vida é essa, né?
    Obrigada querido.

    XEROS

    ResponderExcluir
  25. Fiquei analisando melhor essa história toda, após algumas reflexões e comentários aqui no blog.
    Assim como Luma disse, a escola tem toda a responsabilidade, mas as crianças foram bem espertinhas para saírem do colégio.
    Li relatos de ex-alunos que queriam sair do colégio, queimar aula e era impossível, pois não tinham como sair mesmo.
    Por serem tão pequeninas, como conseguiram driblar a segurança, pois segundo sei que são crianças altamente inocentes.
    Mas volto a dizer, que a responsabilidade é totalmente do colégio.
    Nenhum pai, mãe ou responsável iria querer chegar na escola e não encontrar seu filho(a), ainda mais dessa idade.

    ResponderExcluir