segunda-feira, 13 de maio de 2013

Famílias e Impactos Tecnológicos




O impacto tecnológico nas famílias é gritante, mas há de achar normal.
Normal?

Como assim?
Família sinônimo de amor, compreensão, carinho, lealdade, atenção.
O amor existe mesmo na família, mas os costumes foram mudados desde que essa tecnologia vem engolindo as pessoas.
E não me diga que você também não é vítima, por que de alguma forma é sim.

A conta on line no banco, o telefone, a TV, o computador e o mais frequentado atualmente, Facebook.
Confesso que diariamente estou por aqui, mas sei me controlar bem. 
Agora, o telefone celular acho uma praga. Só uso por que tenho filhos e preciso para o trabalho, senão, não teria. Alguns me chamam de ET, tudo bem, nesse aspecto sou mesmo.
A humanidade precisa de um resgate em relação a essa invasão tecnológica em nossas vidas. De uma forma ou de outra é necessário introduzir novamente os antigos valores da família que tem se perdido dia a dia.
Mas na questão agilidade, informação, aprendizado, comunicação, a invasão tecnológica dá show.
É isso aí, cabe a nós usarmos com parcimônia e a nosso favor e não ficar refém da tecnologia.

Essa é uma espetacular blogagem coletiva, proposta por Norma do Blog Pensando Em Família. Aproveito para agradecer a oportunidade de me juntar a esse time de peso para falar um pouco desse assunto.

Abaixo algumas imagens bem legais que achei no Google para ilustrar esse post.







42 comentários:

  1. Adorei e o celular, uma praga necessária, quando temos filhois,incrível mesmo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana Karla
    Você tem toda rasão. Ontem fui à casa de meu irmão , ele tem três filhos, cada um estava em um quarto com um computador ligal, e um deles ainda falava ao celular.
    Bjux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a nova vida tecnológica, meu amigo Wanderley.

      Excluir
  3. É preciso manter os valores da família e buscar se adaptar a moderna tecnologia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Élys, é o que estou fazendo, com alguma dificuldade, mas chego lá.

      Excluir
  4. Olá amiga xerosa!!!
    Adorei seu post e peço licença só para considerar que não somos vítimas, mas felizes viajantes de um novo mundo. Temos saudades sim da família dos tempos lá atrás, mas temos que concordar que a alta tecnologia nos facilita e muito a vida. Podemos sim conciliar fazendo escolhas no caminho do meio...por exemplo: meu celular é igual a Pai de Santo...só recebe, não chama ninguém... Tenho prioridades e creio que sempre é possível semos felizes.
    Beijo grande Ana Karla!!!
    Adorei as imagens...kkkkk...muito boas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei Astrid, viajante de um mundo novo e podemos sim sermos felizes, por que não?
      Obrigada

      Excluir
  5. Pois Ana, a invasão tecnologica com os pros e contra e a gente neste turbilhão na maioria das vezes não temos nem tempo para refletir o uso ou não.É como se fosse uma imposição e o é, para que nao se torne um jurassico.Comungo a ideia da moderação e auto seleção mesmo sabendo da dificuldade, principalmente aos jovens pois há um processo que os exclui sem as novas tecnologias.Ja as rede Facebook está num processo de mesmices,mas entendo que seja uma maneira mais rapida de rever e reencontrar pessoas,como em toda rede temos peixes bons e ruins,cabe a nós a seleção.Parabens pela participação com suas criticas e reflexões neste tema vasto da bela ideia da Norma.
    Uma linda semana de paz e luz.
    Meu abraço amiga.
    Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Toninho.
      Realmente, Norma teve uma ótima ideia, nos fazendo pensar sobre o impacto da tecnologia na família.

      Excluir
  6. Esse é um assunto que rende uma pros e tanto!. Minha filfa no quarto postando no Face, a neta no outro e eu aqui e nos falávamos Pode?E esse um novo tempo! Que Deus nos ajude! Abração!

    ResponderExcluir
  7. Parece um paradoxo... mas o avanço tecnológico, as redes sociais, a internet e essas coisas que aparentemente tem o objetivo de propiciar o estreitamento das relações na verdade tem isolado muita gente em um pseudo mundo virtual...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno, é justamente esse isolamento que me assusta.

      Excluir
  8. O tal do "mal necessário" acabou tomando conta da rotina.. a moderação é a tônica geral dos que refeltem sobre a questão, mas isso tem que começar cedo, pq hoje começa muito cedo a atividade que tirou as crianças do quintal, das praças, do cinvívio com a família, mas aí, já é uma outra história mais abrangente, né??

    É bacana regetir,os juntos, esta interação mostra a positividade da tecnologia, concordam?

    (já te aviso que este cometário vou enxertar no meu texto semi-pronto....rsrs)

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo sim, Denise. Essa interação nos faz refletir e pensar juntos.
      Vou conferir o seu
      Xeros

      Excluir
  9. Clara e precisa a tua ponderação, Ana Karla.Tudo que aqui está escrito é a real vivência das famílias hoje em dia;"há que se ter parcimônia"__ e muita, para adequar os benefícios e minimizar os malefícios.
    Excelente texto, menina.
    Bjos e alegrias em teus dias.
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Calu.
      Fico feliz com sua participação.
      Xeros

      Excluir

  10. Linda participação, Ana!
    Sim, os impactos são monumentais em nossa vida.
    Cabe-nos a difícil tarefa de lidar de forma sadia com a tecnologia que temos em nossas mãos.

    Beijo no coração
    Ila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilaine, obrigada.
      Vamos passando com essa tecnologia, sem que nos prejudique, vamos em busca do crescimento com ela.
      Xeros

      Excluir
  11. Karlinha, é isso mesmo, a tecnologia invadiu nossa vida. Mas somos maiores que ela e podemos apertar um simples botão e deslogar tudo. rs O melhor é saber usá-la a nosso favor, pois os benefícios existem. Só não vale exagerar, mas na vida o caminho do equilíbrio é o certo pra tudo, né?
    Adorei o moço ter perdido o voo. rs
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lúcia, o exagero é que descompensa.
      No na medida certa, ou melhor, Sob Medida(rs)
      Xeros

      Excluir
  12. Ana, como diz um velho aforismo, tudo deve ter limites, até as coisas boas. Assim, embora a tecnologia nos ajude tanto, temos que cuidar para não perder o bom senso no seu uso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. É Aninha, nesse assunto aplica-se bem a máxima "é um mal necessário". Ao mesmo tempo que admiro a destreza das crianças e jovens em aprender e operacionalizar tooooodos esses recursos, me preocupo com esses novos laços sociais criados através dessa interação(?)virtual e ou/distante. Raro, raríssimo, vermos crianças juntas, brincando em praças, parques e afins, né mesmo?! E a moderação, bom senso e educação na utilização, fica cada vez mais longe...
    Beijuuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Regina, cada dia mais difícil ver crianças como verdadeiras crianças. Hoje, o molde de criança é outro.
      Vamos que vamos
      Xeros

      Excluir
  14. Olá, querida Karla
    Só uso o cel por causa dos filhos e só atendo a quem quero mesmo... Aliás, só tenho registrado na agenda os amigos mais chegados... Assim não preciso atender os restritos ou outros...
    A tecnologia me veio em favor também...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei dessa Rosélia, na memória só os mais chegados.
      Xeros

      Excluir
  15. Karla linda menina.
    De Olinda, eu demorei mais voltei e vejo esse sorriso feliz na entrada do bog
    quanto tempo conheço vc isso me da muita alegria cada pessoa que conheci na minha longa caminhada.
    Beijos,Evanir

    ResponderExcluir
  16. Ana,
    eu ando TÃO cansada dessa modernidade, pra dizer a verdade estou sem paciência.O mundo virou um tablet,iphone ...
    beijo amiga e vamos que vamos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga, mas temos que nos moldar nesses novos tempo tecnológicos.
      É o jeito.
      Xeros

      Excluir
  17. Karla querida...saudades!!! E você como sempre com ótimos temas no post.
    A tecnologia é ótima, porém devemos atentar para que nosso "mundo" não gire em torno dela para que não nos tornemos escravos e dependentes, mais isso tudo é questão de bom senso.
    Quanto ao nosso filhos devemos por limites e ficar sempre atentos, afinal internet é muito bom mas pode ser um perigo nas mãos de quem não sabe usar não é mesmo?

    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vânia!
      Temos mesmo que por limites, pois crianças sem os devidos limites perdem o foco.
      Xeros

      Excluir
  18. Olá Ana Karla,
    Temos que nos adaptar as novas tecnologias e tirar proveito. Não podemos ficar sem aproveitar tantas novidades. O uso com moderação é excelente para estarmos presentes na ausência dos nossos parentes ou amigos. Eu amo!!!!
    Beijos mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teresinha, ando me adaptando da melhor forma possível, mas em alguns quesitos meus filhos estão na minha frente longe. (risos)
      Xeros

      Excluir
  19. Ana Karla, se não fosse a tecnologia eu não teria emprego... se não fosse a tecnologia eu não dormiria enquanto o meu filho não chegasse em casa... se não fosse a tecnologia eu não teria conhecido uma pessoa bacana como você!
    :)
    Quanto aos celulares, só acho que as pessoas deveriam ter mais noção do uso em público. Não somente em Bancos ele deveria ser proibido. Deveriam fazer algo parecido com o que fizeram com os fumantes.
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Luma, sem tecnologia minha vida seria completamente diferente. Mas acho ótima essa parte que me conforta.
      Celular, bah!
      Xeros

      Excluir
  20. Como tudo na vida tem os dois lados, devemos é tirar proveito do lado bom....o ruim sempre vai existir....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que ando fazendo Lisette, e ruim é isso aí, descartar.
      Xeros

      Excluir