domingo, 2 de outubro de 2011

Gosto musical ou ditadura musical?

Não sei até onde esse gosto ou mau gosto musical vai parar.
Somos livres para ouvir o que quisermos, claro.
Mas estou chegando a conclusão que estamos chegando a ditadura musical.
Ora, uma vez em que, os jovens curtem fervorosamente esses breguinhas, axés e funks é por que algo está errado.
E as letras dessas músicas?
Garanto que a maioria não tem a noção do que seja uma música clássica, mpb, bossa nova, entre outras.
O que está acontecendo?
Está explícito em meus conceitos.
Na TV aberta só passa essas coisas, sem dó alguma dos ouvidos de quem ainda sabe apreciar uma boa música, com muito sacrifício.
Nas festas dos jovens só tocam essas aberrações e todo mundo se balança, rebola o bumbum de forma tal e qual.
Aqui quando tem show de uma dessas bandas, a lotação fica esgotada. A rapaziada se manifesta de uma forma que, quem está de fora fica horrorizada.
Por que tem que ser assim?
Penso mesmo que é falta de cultura, de instrução, sei lá o quê.
Existem mil desculpas para não curtir a boa música, como falo.


De vez em quando, aqui em Recife tem apresentações das orquestras da cidade, sinfônica em praças e parques, mas não pense que super lota não, é sempre muito tranquilo e pouco se vê jovens.


Me diz uma coisa, Rock in Rio não seria rock?
Achei uma aberração esse evento.
Caramba!
Como os organizadores tiveram essa capacidade de invadir o mundo do rock, ainda mais com o nome que tinha tudo haver com rock, com esses artistas "nada haver".
Ah, o que mais achei interessante é que teve dia do rock também...é um dia especial.rs
Poderiam ter feito um festival popular, com outro nome.


Somos um País rico em cultura mais estou vendo tudo isso, indo pro ralo.
Estamos construindo uma péssima imagem lá fora.


Melhor parar por aqui, pois cada palavra escrita aqui me dá mais degrau pra falar.




Boa semana a todos!





23 comentários:

  1. Excelentes colocações querida amiga.
    Um grande bj e boa semana

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, não gosto de axé, sertaneja, pagode e outros estilos, e acho que o Rock In Rio teve grandes shows com Elton John, Rihanna, Katy Perry, Kesha - que eu não conhecia -, Jamiroquai e musa, a diva, o fenômeno Shakira.
    Este evento dividiu-se antes e depois dela, porque ela foi o show.
    No lado brasileiro adorei Capital Inicial, e lamentavelmente perdi Jota Quest.

    Nem os jovens, nem eu estamos para a música orquestrada, clássica e etc, mas estas que tocam aí que só tem baixaria, que invade as rádios, que mostram o corpo, e o povo delira, eu também não estou, é o lixo da música, uma aberração.

    Como escreveu uma amiga, o carnaval é um puteiro a descoberto, e concordo com ela.

    Sobre mpb, samba, bossa nova, são sons de outras gerações que a atual não conhece e não pode apreciar, salvo exceções, eu gosto, mas há momentos para elas, mas o pop/rock esta é eterna e fará parte das minhas escolhas para sempre.

    E que venha o próximo Rock In Rio, no Brasil, com muito pop e rock, e aos outros estilos que criem o seu festival, minha opinião.

    Beijos, Mauro

    ResponderExcluir
  3. Não assisti nada do show, não posso nem falar.rss beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá, Karla

    É um ponto de vista muito relevante. Dar espaço à boa música em festivais como esse, de grande projecção, é um passo para as gerações novas também se habituarem a apreciá-la.

    Beijo

    Olinda

    ResponderExcluir
  5. Ficou! Massa, magnifico, maravilhoso! A Yasmine é 10 - e vc tb! Passei pra matar saudades, querida, estou dodói da coluna e impedida de ficar muito tempó sentada no pc, mas virei sempre que puder. Tenha uma semana de luz, paz e bem! Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Karla

    Obrigada pela visita!

    Ter cabelos ao vento é muito bom, mas acho que o seu não tem o problema que o meu tinha. estou muito mais tranquila agora. Pareço outra pessoa kkkkk

    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  7. Olá Ana Karla
    Com relação ao Rock in Rio não posso falar nada, porque não vi, e nem me interessei.
    Entretanto, é fato, o mau gosto musical da juventude, são verdadeiras aberrações as músicas que a maioria curte.
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. É por isso que eu te amo!!! Você fala na lata!!! Com toda a razão, Ana Karrla, vc está. Eu só curto o rock, quando era rock e adoro o rei do rock. Amo a décadda de 50 e 60. Aquilo sim. Hooje é uma aberração! Linda semana e aplausos para vc! Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Concordo com vc. Não estou entendendo este evento.

    Os jovens são produto da sociedade e o que temos visto nas Tvs, shows, enfim... É lamentável.

    Alguém dizia vamos ouvir enquanto ainda temos boas musicas...

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Concordo com vc. Nção estou entendendo este evento.
    Os jovens são produto da sociedade e o que temos presenciado nas tvs, shows...
    Alguém já dizia : vamos ouvir enquanto ainda temos boas músicas.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Realmente não está fácil...as músicas dos anos 70 e 80 são muito mais belas para entender e dançar...Muito coisa boa apreceu no Rock in Rio, mas muita porcaria...
    Meu filho toca em uma orquestra aqui do município, sax, e agora na alemanhã voltaram com o Bi, tocando músicas brasileiras e muitas das antigas e a orquesta é composta de jovens de 13 anos a 25 anos mais ou menos.É tudo uma questão de cultura e educação.TV aberta só vai passar porcaria, jamais cultura...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  12. Falou tudo Aninha, assisti alguns trechos pelo multishow e não entendi nada. Cadê o "Rock in Rio"? Sinceramente vi pouquíssimas bandas mesmo, a maioria desses grupos q nem são rock eu nem conhecia. Lamentável.
    Bjs e ótima semana
    Vivi
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com
    @vivianeass

    ResponderExcluir
  13. Nesse post, coloco mesmo a situação atual da música. O Rock in Rio foi citado por ser a "grande" atração do momento.
    Eu gosto muito de rock, inclusive os brasileiros.

    ResponderExcluir
  14. O pouco que assisti foram as chamadas durante os programas, nada mais.
    O filho foi um dia ao Rock in Rio e vendeu o ingresso que tinha comprado para outra data, mas assistiu em casa.
    Também não entendo alguns ritmos na arena do rock.
    Isso está tão entranhado nas mentes mais jovens, que outro dia Vinicius fez uma apresentação numa escola pública, para crianças e aconteceu que eles acompanharam a música infantil que ele tocou, com palmas em ritmo de funk, acredita?
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ana Karla!

    Comungo do seu pensamento. Se eu escrevesse sobre o assunto, não acrescentaria mais nada. Fico horrorizada, e ao mesmo tempo entristecida, com os rumos que tomaram a nossa cultura musical...
    Chego a ter pena dos jovens por tanta submissão.
    Não consigo entender como aguentam tanta porcaria... Mas, vivemos numa democracia, e cada um escuta o que quer, né?
    Penso que a situação estar mais para ditadura musical.
    Ótima abordagem.

    Beijos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  16. Olá filhota.
    Não tem nem o que dizer mais, com a perda de cultura em nosso país.
    Os jovens nem imaginam que existe outros cantores, bandas,orquestras, trazendo e compondo boa música para quem sabe apreciar.
    Cabe a nós educar os nossos.
    Beijo
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  17. Muito bem colocado esse texto Ana, concordo pelnamente com você.
    Eu acho que estamos perdendo terreno nas coisas boas e construtivas da nossa cultura musical.
    Semana abencoada pra ti!
    Xerokas

    ResponderExcluir
  18. Sinceramente concordo com vc

    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Oi minha querida...acho que estamos mais para a ditadura musical... a midia de certo modo influencia tanto que chega a impor determinados generos musicais. E tantos talentos ficam abafados por ela, enquanto nos empurrra guela abaixo alguns cantores e bandas, que dá uma certa aflição de ouvir... mas gosto não se discute não é memso? Então cada um que fique com o seu, mas eu bem lamento pelos jovens, que perdem toda uma riqueza que tem a ser oferecida e fecham- se em um ou outro estilo musical.
    Também acho estranho Rock in Rio, não ser só rock, apesar de eu ser bem eclética rsrsr....
    Boa semana...beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  20. Infelizmente Ana, a tendência é piorar, pois as músicas de péssima qualidade estão a cada dia conquistando um público maior.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi Karla esses dias um amigo deu para meu filho um brinquedo e nele vinha um rádio AM FM, ele achou o máximo e ficou ali brincando e dançando, e a gente só batendo papo.
    Ai perguntei se a música tava legal, ele sim ta o homem ta cantando TOMA LEGONA TOMA LEGONA caimos na risada porque era Toma NEGONA, tomamos o rádio da mão dele e demos um fim sem contar que quase tive um treco, a gente toma todo cuidado com a TV e vem um radiosinho inocente tocando uma coisas assim.
    Que mundo é esse?
    bjus

    ResponderExcluir
  22. Nossa Aninha, MARAVILHA de texto, existe cada música por ai, fazendo sucesso que me dá até arrepio...para o lado negativo,rs!!
    Amo música, sou bem eclética, mas gosto de algo que me faça bem a alma e tenha algo a dizer!!

    Tenha uma Bela Semana!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir