sexta-feira, 10 de abril de 2015

A idade e a mudança


Nas minhas andanças por aí, passei no 50 e mais e vi esse texto.
Não lembro de já ter lido, mas me identifiquei na hora.





Mês passado participei de um evento sobre o Dia da Mulher. Era um bate-papo com uma platéia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades. E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.

Foi um momento inesquecível… A platéia inteira fez um ‘oooohh’ de descrédito. Aí fiquei pensando: ‘pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho? Onde é que nós estamos?’

Onde não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado ‘juventude eterna’. Estão todos em busca da reversão do tempo. Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.

Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas mesmo em idade avançada. A fonte da juventude chama-se “mudança”. De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora.

A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas. Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos. Mudança, o que vem a ser tal coisa? Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho.

Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.

Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos. Rejuvenesceu. Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol. Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional. Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza.Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna.Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho.Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar.


Olhe-se no espelho…

Martha Medeiros

Editado: Esse texto é de Martha Medeiros e não Lya Luft como citei.
Grata a minha amiga por informar.



30 comentários:

  1. Lindo texto e LYa é maravilhosa1 bjs,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Ana Karla
    Um texto belo de se ler pois ainda hoje confabulava com outra amiga aqui sobre a massificação da oda e da beleza e o sufocamento dos verdadeiros valores...
    Também me sinto jovem de espírito e, pra dizer a verdade, uma jovem senhora é muito bom ser!!! Alegria e paz no coração...
    Bjm pascal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A massificação da beleza é que faz o espírito envelhecer.
      Xero
      obrigada

      Excluir
  3. O grande problema que estar disposto a pagar o preço da mudança.
    Bjux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O preço da mudança externa é bem cara, mas a interna é de graça e vem de nós mesmos.
      Xero

      Excluir
  4. Olá, Ana Karla,
    o texto diz tudo: a mudança é de suma importância, a gente sair da "comodidade" que nos afunda e arriscar a sacudir dos ombros o peso.
    Concordo.
    um bj amg

    ResponderExcluir
  5. Karlinha,
    Que amor de texto, adorei!!
    Bjos e bom final de semana!
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esta é a verdadeira sabedoria da vida!

    Beijinho e um ótimo fim de semana!

    <°))))< Bia

    ResponderExcluir
  7. Oi,Ana!que bacana esse texto e olha que sou super fã da Martha e não conhecia esse texto dela e é isso mesmo não há plástica no mundo que dê conta de falta de brilho no olhar e sim precisamos nos adaptar a vida e as suas mudanças nada é estável.Como disse o sábio Lulu "tudo muda o tempo todo no mundo..."
    Beijos e ótimo domingo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não conhecia, não.
      Li nas andanças e trouxe pra cá.
      "Não adianta mentir, pra si mesmo"
      Xero

      Excluir
  8. Creio que juventude está em se acreditar jovem, A aparência física acompanha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso por aí também.
      Do que acreditamos e do que queremos enxergar.
      Xeros

      Excluir
  9. Oi, Ana Karla!
    Senti uma lacuna no texto quando os homens foram colocados de lado... Mas acho que é pq nós mulheres sofremos mais pressão com os ditos sociais ou será que é pq os homens são mais resolvidos e pouco se importam com a questão da idade? Deles, não é mesmo? Pois quando se separam, procuram sempre por mulheres mais jovens.
    Tenho uma tia que foi anos casada com um juiz linha dura e quando ficou viúva, remoçou uns 10 anos. Também percebo que as minhas amigas e mulheres conhecidas, quando se separam não querem mais casar. Muitas reclamam que homem dá muito trabalho e que poda a liberdade, mesmo aqueles que dizem não ligar que a mulher saia sozinha de casa. Vai ver que por isso os cruzeiros estão cheios de mulheres.
    Quando você muda para melhor, a sua alma fica mais leve. O ruim é quando a mudança chega para pior!
    Boa semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora eu perceba que os homens estão se cuidando mais, mas eles são mais largados nesse quesito.
      Eu se me separasse, me casaria no dia seguinte.
      Gosto da vida de casada e não me sinto sufocada e tenho liberdade de ir e vir sem problemas. Claro que dentro da normalidade.
      he he he
      Xero

      Excluir
  10. Olha eu de novo...
    Há algo estranho com esse texto, por exemplo:
    "Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna.Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho.Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar"
    Esse trecho é um plágio do livro "Envelhecimento humano: múltiplas abordagens" de Luiz Antonio Bettinelli, Marilene Rodrigues Portella, Adriano Pasqualotti. Página 302 e destacada em amarelo. Basta clicar aqui para ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita Luma, como sabemos as informações transitam por aí, muitas vezes, com os créditos errados ou sem.
      Esse texto li nas andanças, gostei muito e trouxe pra cá como sendo de Lya Luft e uma amiga minha leu aqui e me disse que tem esse mesmo texto em um livro de Martha Medeiros.
      Hummmm
      Estou toda confusa

      Excluir
  11. A minha postagem de hoje, tem muito a ver com essa sua, coincidência.
    Gostei bastante.
    Beijos
    Maria Luiza (Lulú)

    ResponderExcluir
  12. Ana Karla, o texto acima é mesmo da Martha Medeiros e está no livro dela, Doidas e Santas, na página 225 e o nome é "Os olhos da cara".
    A parte que a Luma citou acima, é exatamente dela e os autores se referem à cronista, exatamente.
    Neste texto acima estão faltando alguns trechos e algumas palavras estã mudadas, mas encontrei este, totalmente fiel ao livro, li linha por linha. http://marciamensagem.blogspot.com.br/2011/10/os-olhos-da-cara-martha-medeiros.html

    ResponderExcluir
  13. "Como diz esta artista da palavra", é o que o texto que a Luma postou, mostrando aí que a autoria é da cronista. Inclusive ela usa a palavra "cronista" antes.
    Beijo, Aninha.

    ResponderExcluir
  14. Se da Martha ou da Lya (ambas pra mim escritoras fantásticas e admiráveis) o que importa realmente, pra mim, é "Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar." E vamuquivamu né mesmo?! Euzinha este ano faço 5.5 sem botox ou cirurgias rsrs e me acho lindona!!!rsrs
    Beijuuss Aninha_maaada

    ResponderExcluir
  15. Completamente de acordo! Trabalho com crianças dos 9 aos 11 anos e com jovens dos 13 aos 17 e, quando souberam a minha idade, nem queriam acreditar,,,Deus deu-me uma juventude que supera qualquer operação plástica: a alegria de alma e coração.
    Beijo
    Graça

    ResponderExcluir
  16. Oi Anaaaa, voltei... obrigada por lembrar. E amei esse texto, incrível, como sempre a Martha arrasa. Bjk queridona!

    ResponderExcluir
  17. Olá, vim conhecer seu blog.
    Eu cheguei aqui através do blog de uma amiga em comum.
    Gostei muito de tudo, parabéns!
    Te convido a conhecer e seguir o meu blog de artesanatos e participar de um sorteio de um kit costurinhas:
    http://thelmasallesartesanatos.blogspot.com.br/2015/03/sorteio-kit-costurinhas.html

    Faltam só 4 seguidores para fazer o sorteio e tem a visita premiada também.

    ResponderExcluir
  18. Tem um momento na vida que precisamos saber o que é melhor para cada um e tentar fazer diferente, mudar....sei que é difícil mas acredito que vale apenas tentar sempre...
    Beijo Lisette,

    ResponderExcluir